9 de nov de 2011



Uma garota, com os sonhos mais divertidos, com ideias mirabolantes, ou talvez, apenas surreais. Aquela menina com sentimentos apurados, com borboletas cor de rosa na imaginação.
Ela tinha vontade de mostrar para todo o mundo o seu mundo, tinha vontade de gritar o que sentia. Essa garota queria expressar seus ideais, mostrar como ela vê o planeta, dizer o que acha que é injusto, e o que pensa sobre os conceitos de certo e errado.
Impulsiva, determinada. Às vezes era necessário parar e dizer: Devagar, louca criança. Aonde vai com tanta pressa? 
Pedaços de papel, tintas, borrões, canetas e ideias. Um novo mundo, o seu mundo.
Atitudes diferentes, rimas, cantarolar ao amanhecer. Uma menina que tinha esperança de que o mundo todo desse atenção ao seus detalhes e as suas pequenas ações e assim entendesse o seu lado da moeda, tudo aquilo que ela tinha vontade de mostrar.
Essa garota ainda acredita que possa mudar o mundo, ou então, fazer desse mundo a base do seu. Ela quer viver intensamente, ela precisa dizer tudo aquilo que está guardado no coração.
Pedaços de papel, tintas, borrões e sentimentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário :))