7 de nov de 2011




É incrível como as pessoas são descartadas, as amizades terminam de uma hora pra outra, e aquele sentimento inexplicável é o único que resta.
Eu sempre fui sua melhor amiga e você a minha, contávamos tudo uma pra outra, nos falávamos todos os dias, em todas as oportunidades estávamos juntas. Para você, eu contei todos os meus segredos, confessei meus erros, confiei minha vida. Me esforcei para ser a melhor amiga que um dia você já teve, e apesar de pequenos desentendimentos constantes, os momentos que eu tive com você foram de mais pura felicidade. É duro ver que antes a gente tinha tudo que precisava e não sabia. Ok, ok, eu não tinha tudo que eu precisava, mas eu tinha você, que se juntava com um nada, e o tornava tão completo, tão tudo.  Tudo que eu queria você tinha, e eu juro que me esforçava ao máximo para te dar tudo que você queria também. Você tinha outras outras companhias e eu fui totalmente flexível, te ajudava quando as outras apenas outras, sem tanta importância  te deixavam de lado. Te dava meu ombro a qualquer momento de necessidade e e ficava no seu lado não importava pelo que estávamos lutando. Eu era sua melhor amiga, e tinha certeza absoluta que tudo iria furar para sempre, e será que isso vai mesmo acontecer? Sabe, se você quer realmente deixar tudo que passamos para trás e se desmanchar do passado, eu vou te entender, eu sempre priorizei a sua felicidade. Mas pensa um pouco: eu tenho corrido atrás de você todos os dias, e tenho sido ignorada e várias vezes trocada sempre. Você não percebe que tudo está diferente? Os meus olhos não estão sendo claros o suficiente? Eu tenho que chegar na sua frente e falar na sua cara para você entender que eu sinto sua falta todos os segundos do meu dia e eu quero você aqui do meu lado? Pra sempre. Eu te amo muito amiga, e eu realmente preciso de você do meu lado aqui para sempre. Só pra sempre. Será que é pedir muito?

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário :))